Clareamento dental

Clareamento dental

Clareamento dental: o que é, tipos e como funciona o procedimento

O clareamento dental é um dos procedimentos de saúde bucal cada vez mais procurados, afinal, quem não quer ficar com os dentes com uma aparência limpa e branquinha? Segundo o Conselho Federal de Odontologia (CFO), a sua procura aumenta na ordem de 30% ao ano no País.

Apesar de ser um procedimento simples, ele exige uma série de cuidados para que não surjam problemas, como acompanhamento profissional – mesmo na sua versão caseira. Saiba mais:

Como funciona o clareamento dental profissional?

O gel clareador tem uma formulação ácida que pode ser feita tanto com o peróxido de hidrogênio quanto com o de carbamida, em concentrações variadas.

Esse gel entra em contato com a superfície do dente e é ativado por um processo químico, de modo a liberar oxigênio. Com isso, o oxigênio livre quebra as partículas de pigmento que deixam o dente amarelado.

As moléculas permitem que o dente tenha uma reflexão de luz maior, de modo a se mostrar mais claro.

Quais métodos existem?

Tendo o clareamento dental caseiro e o clareamento dental realizado em consultório.

Qual método escolher?

Antes de tudo, a dra Tatiane Cherobin alerta que é necessário realizar uma avaliação antes do procedimentopara observar se existem contraindicações, como raízes expostas.

Ambos os métodos de clareamento dental são eficazes, mas a escolha varia de paciente para paciente.

Lembrando que nem sempre os dentes ficam realmente brancos.